sexta-feira, 13 de novembro de 2015

NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM




Gostava de te ter aqui
Sentada no colo do vento
Onde o barulho não se ouve
E a dor não se sente
Gostava de estar ai
No ventre do teu mar sem fim
Mergulhar nas tuas ondas
E deixar-me flutuar
Ao sabor da maré
Que me levará ao infinito do tempo
Do tempo que o tempo
Nunca poderá alcançar
Viajar através do sol
Que nasce no horizonte dos sonhos
No mar das ilusões
Onde as Sereias cantam
Canções de embalar
Onde adormeço
Num sono sem fim
                                            Onde um Cavalo alado
Me levará
Até ao jardim verdejante
Onde Unicórnios azuis
Galopam livremente
Em cavalgadas compassadas

Pelas planícies da esperança.

Mário Margaride


12 comentários:

  1. o desejo e a esperança do sonho.
    muito terno!
    bom final de semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Piedade, bom dia!
      Obrigado, pela visita e pelo teu comentário.
      Uma excelente semana!

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Me encanta o mar e o amor....os dois junto forma uma fortaleza de sentimentos sentidos e expressados ..te felicito

    Cristal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Cristal!

      Fico feliz pela visita e pelo simpático comentário.
      Volta sempre minha amiga!

      Beijinho e boa semana.

      Eliminar
  3. Viajei ao Paraíso, nas asas de uma poesia praieira, de encantos mil!
    Forte abraço, Mário, feliz final de semana...beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lúcia, bom dia!
      Muito obrigado pelo teu comentário.
      É sempre um prazer ter-te aqui.

      Beijinho e boa semana!

      Eliminar
  4. O mar é um fascínio ...o seu poema , bonito.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amiga São.
      É sempre um prazer ter-te aqui.

      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  5. Um paraíso bem poetizado.
    Excelente poema, gostei imenso.
    Tenha um bom fim de semana, caro amigo Mário.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amigo Jaime!

      Muito obrigado, pelo comentário.
      É sempre um enorme prazer a sua visita, e as palavras que aqui deixa.

      Abraço, e uma excelente semana!

      Eliminar
  6. No mar se flutua, se paira sobre as águas, se sonha entre a espuma...
    Lindo e sugestivo.

    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Sol, bom dia!

      Obrigado, pelo comentário simpático que aqui deixaste.

      Abraço, e boa semana!

      Mário

      Eliminar