sexta-feira, 7 de agosto de 2015

ENTREGA


Quero dar-te, amor, a minha alma
O coração, o corpo, o que quiseres…
E ser, na inquietude, a tua calma
Fazer-te a mais feliz, entre as mulheres.

Entregar-me a ti, com tanto ardor
Neste sufoco, que transporto, e que sustento  
Paixão, que será, o mandamento
Que me fará amar-te sempre, meu amor…

Beijar-te meu amor, com carinho…
Abraçar-te, sentir, as tuas mãos
Deslizarem no meu corpo, de mansinho…

No teu calor, me envolver, em ânsia louca!
No torpor, me embalar, em emoção…
Mil beijos deixar, na tua boca!...

Mário Margaride 

4 comentários:

  1. como sempre, teus poemas a encantar!
    Beijos em teu coração, meu amigo. Um doce fim de semana para ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga Nany, boa noite!. Peço desculpa por só agora responder, mas o pc voltou a avariar. Mas desta vez parece que está de novo operacional. Grato pelo teu carinho e teu lindo comentário.
      Beijinho grande e um bom resto de semana!

      Eliminar
  2. Amigo a tempo ñ venho no seu blog mas não por esquecimento
    passei por momentos difícil ,
    mas devagar estou a me recuperar .
    Li seu outro blog a insatisfação é generalizada no mundo.
    Os policos parece querer dentar o mundo de uma só vez.
    falta tudo amigo tenho gente da família sem emprego e sem perspectiva nenhuma na vida..
    Um feliz final de semana.
    Abraços ..Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga Evanir, boa noite! Peço desculpa de só agora responder. Mas o meu pc voltou a pifar, por isso só agora estou de novo aqui. É verdade que está tudo muito complicado e as perspectivas são pouco animadoras. Mas há que ter esperança que as coisas mudem.
      Votos de uma excelente sexta feira!

      Beijinhos!

      Eliminar