terça-feira, 3 de julho de 2012


NO RIO DOS TEUS LÁBIOS


Adoço os teus lábios
Com o mel do meu desejo
Desperto os teus sentidos
Adormecidos nas noites de breu.

Toco-te na pele...
Com o veludo dos meus dedos
Fazendo-te estremecer.

Cubro-te com o meu corpo
Banho-me no rio dos teus lábios
Alimento-me com a carne do teu desejo.

E na sede vindoura
Beber-te-ei devagar
Emerso nos sabores de ti.

Então…

Nas marés do teu mar
Na espuma das tuas ondas...
Me afogo de prazer.

Mário Margaride

5 comentários:

  1. Olá amigo Mário

    Como sempre um poema de amor de profunda beleza e envolvência. Um amor que será eterno.

    Vi que tinhas apagado teu perfil no face, pois dei logo pela tua falta.

    Seremos os eternos bloguistas....

    Com amizade enorme

    bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
  2. que os bons ventos que te trazem não te ausentem mais!!
    saudades de ler-te, meu amigo. e, como sempre, com palavras que entram pelos olhos e chegam ao coração...Lindo, lindo!!

    Beijos meus em teu coração!!
    (muito bom ler-te novamente! Ü )

    ResponderEliminar
  3. absolutamente envolvente..
    adoro poemas assim...
    te encontrei no blog de uma amiga..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  4. Olá Mário, espero que esteja tudo bem contigo. Maravilhoso poema muito belo repleto de ternura e muito sensual(tão teu). Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  5. Querido amigo, tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderEliminar